Open/Close Menu Farmácia de Manipulação em Porto Alegre

A amamentação é um processo essencial para o desenvolvimento do bebê, já que o leite materno contém 50% das vitaminas ingeridas pela mãe. Devido a isso, o corpo das mulheres precisa de muitos nutrientes durante o período de amamentação, os quais normalmente são adquiridos através da alimentação, pela ingestão de grãos, legumes, verduras, leite e carnes.

Apesar disso, como as mamães estão “comendo por dois” até mesmo após a gestação, muitas vezes não é possível consumir a quantidade ideal de nutrientes por dia. Isso faz com que muitas se perguntem se é seguro e se devem recorrer a suplementos alimentares durante o período de amamentação.

Suplementos de vitaminas durante a amamentação

As principais vitaminas que podem ser suplementadas durante o período de amamentação são a vitamina C e a vitamina D. A vitamina C em especial é responsável por reforçar o sistema imunológico da mãe e do bebê, oferecendo um organismo mais saudável para ambos. Enquanto a vitamina D é responsável por fortalecer seus ossos e articulações.

Entre os outros nutrientes que podem ser suplementados durante a amamentação está o ferro. O consumo de uma maior quantidade de ferro ajuda a combater a possibilidade de anemia na mulher, quadro que pode ocorrer durante esse momento em sua vida.

Além do ferro, o zinco também é essencial durante o período de amamentação. A importância do zinco é devido a sua função de potencializar os benefícios da vitamina C, fortificando ainda mais o sistema imunológico da gestante e do bebê.

Como é feita a suplementação?

Durante a amamentação, esses suplementos podem ser consumidos pela mãe tanto em  cápsulas como em pó, o qual pode ser transformado em sucos durante as refeições. Apesar disso, é muito importante a consulta médica e/ou ou nutricional  para identificar qual suplemento é mais recomendado e seguro para cada mãe e bebê durante a amamentação.

Saiba como surgem e como evitar as rugas

Nosso corpo sofre diversas mudanças com o passar do tempo. Entre as mais notáveis estão certamente as rugas, uma das características mais reconhecidas como um sinal da velhice.

As rugas são caracterizadas como linhas que surgem em nosso rosto. Suas principais causas são a carência de colágeno em nosso organismo, assim como o aumento das atividades musculares na região. A seguir, iremos entender um pouco melhor esses fatores.

As principais causas das rugas:

Perda de colágeno

Como mencionamos, a perda de colágeno em nosso organismo está entre as principais causas de rugas em nossa pele. O colágeno trata-se de uma proteína com diversas funções dentro de nosso organismo, entre elas está a sustentação da nossa pele. Com o passar dos anos, nosso organismo perde as quantidades de colágeno, fazendo com que as rugas se desenvolvam em nossa pele.

Envelhecimento cutâneo

O envelhecimento natural também é um fator decisivo na formação de rugas. Isso ocorre pois, com o passar do tempo, ocorre o envelhecimento cutâneo, responsável pelo desgaste natural nas células de nosso organismo, resultando nas rugas e na flacidez da pele, além de deixá-la mais fraca e seca.

Exposição ao sol

O protetor solar também pode ser um grande aliado para evitar as rugas. Isso ocorre devido à forte ação dos raios ultravioleta em nossa pele, especialmente sem a devida proteção. Além de ser uma das causas do câncer de pele, os raios solares também podem causar lesões a longo prazo em nossa pele, acelerando o processo de formação das rugas.

Desidratação da pele

Manter o seu organismo e sua pele hidratados é essencial para garantir uma pele mais saudável e mais jovem por mais tempo. Nossa pele está constantemente sofrendo efeitos exteriores, seja dos raios solares, da poluição, clima seco, banhos muito quentes, clima muito frio e até uso excessivo de esfoliantes. Por isso, sua hidratação é extremamente importante para mantê-la saudável.

Como prevenir as rugas

Mesmo sendo uma questão bastante estética, a consulta com um dermatologista é essencial para identificar a melhor forma de prevenção das rugas para cada organismo. Diversos produtos anti-aging, especialmente cremes e colágenos, trabalham na hidratação e reposição de colágeno no organismo, colaborando para uma pele saudável por mais tempo.